14 de outubro de 2010

Capacete Ideal para andar de moto

Quando comprei a Biz , ganhei um capacete EBF. Então fui fazendo um upgrade com o tempo....

Depois comprei um aberto da marca BIEFFE, porque é muito quente no verão. É um bom capacete.




Quando mudamos para uma moto maior, resolvemos procurar um capacete de melhor qualidade. Experimentamos  SHARK, NOLAN, ZEUS e  SKY. Naquela época achamos muito caro os capacetes e conversando com um amigo, ele disse que este último era de boa qualidade, para iniciantes.
Porém, quando pilotávamos por mais de 2 horas o pescoço começava a doer, e o capacete começava a pesar. A viseira não se mantinha na posição entreabreta e o forro era fixo.


Experimentamos um capacete aberto da marca SHARK, para andar na cidade - foi aí que começamos a acertar; além de ser confortável, é leve e fácil de abrir.


Depois foi a vez de experimentar a marca NOLAN - muito bom - não dói mais o pescoço e ele tem aerodinâmica e o óculos escuro está incorporado no capacete,e o fecho e viseira são fáceis de abrir. O único problema é que vem sem a argola para prender o capacete na moto. Mas nós já  resolvemos isto.


Em 2011 não estamos encontrando desta marca porque mudou de importador e ainda não está disponível .

O capacete escamoteável da marca SHARK  Evoline é excelente.


Mas o SHOEI MULTITEC escamoteável ganhou de todos pois além de ser muito confortável tem lugar para passar as hastes, no caso das pessoas que usam óculos de grau.


Ah, tanto o SHARK quanto o SHOEI tem casco de fibra de carbono.
A marca AGV também tem um capacete escamoteável, porém não tinha o nosso número então não pudemos avaliar.

Alguns dizem que o capacete deve ser bem justo - eu discordo porque a cabeça incha, se você usa óculos e se você sua precisa usar a balaclava, deve levar tudo isso em consideração. É impossível pilotar com a cabeça latejando.

AH ! Se possível compre o capacete nas estações quentes, pois há diferença no perímetro da cabeça ( experiência própria).


Pontos relevantes ao escolher um capacete:
1. O capacete não deve ficar nem muito justo nem muito solto;
2. Deve ser fácil de abrir viseira e com uma mão só;
3. Deve ser fácil de abrir o fecho;
4. Ter forro removível;
5. Ter argola para prender na moto ( se for importante);
6. Peso e aerodinâmica
7. Funcionalidade - no caso dos escamoteáveis

Vejam qual é o meu capacete, hoje, clicando aqui.
Bem, então conte para a gente qual é a sua experiência... postando um comentário.

Não deixem de ler o comentário também. Até mais...

Um comentário:

  1. Capacete é igual moto ! Cada um prefere um tipo mas existe algumas considerações sobre os modelos, que servem universalmente pra quem procura um equipamento "ideal" para si !
    Existem basicamente 3 tipos de capacetes:
    Os fechados integrais, os escamoteáveis (com queixeira móvel) e os tipo jet abertos.
    Sem dúvida que os mais seguros são os totalmente fechados por motivos óbvios mas os escamoteáveis de boa procedência não ficam muito atrás em resistência e segurança perdendo para os fechados também em peso e aerodinâmica mas ganhando em praticidade de uso pois dispensam a retirada constante durante o uso nos abastecimentos, pagamentos de pedágio, etc.
    Para motos que tenham bolhas grandes e protetivas os modelos escamoteáveis são tão silenciosos quanto os fechados pois a própria moto cria uma barreira para o vento mas nas motos sem muita proteção aerodinâmica a turbulência gerada pelo mecanismo de abertura pode incomodar alguns mais sensíveis a ruídos altos nos modelos de abrir.
    No caso dos modelos tipo jet abertos, a comodidade e conforto são indiscutíveis principalmente para uso urbano mas os riscos de lesões graves num eventual acidente são enormes pois não há proteção alguma para a face nestes modelos. Importante para este tipo de capacete é que ele traga pelo menos uma viseira que cubra todo o rosto para evitar lesões causadas por objetos e/ou insetos que colidam com o rosto do piloto.
    O importante é pilotar sempre equipado com materiais de segurança de primeiríssima linha de marcas consagradas.
    Economize até na moto se for o caso mas nunca nos equipamentos de segurança !
    Antes de comprar minha primeira moto adquiri dois capacetes (para minha garupa também !) importados de altíssima tecnologia feitos de fibra de carbono tendo inclusive viseiras de 3mm à prova de bala calibre 22, que até hoje, 10 anos depois, estão em perfeitas condições de uso. Gastei bastante sem nem ao menos ter uma moto porque acho inadmissível andar numa máquina de vários milhares de reais e comprar um capacete feito de plástico de balde !!!
    Pilote sempre (muito bem) equipado... Você nunca sabe quando vai precisar contar com seus equipamentos de segurança !
    Carlão SFMC

    ResponderExcluir

Vìdeos Zen na Motocicleta

Previsão do tempo