29 de dezembro de 2011

De férias, numa Harley, sem stress...

Sabemos que quando chegam as férias de verão o caminho para as praias, depois do Natal, ficam impraticáveis para quem quer desfrutar de uma tranqüila viagem. Muitas praias chegam a aumentar em 10 vezes a população local, o que significa stress no trânsito, no comércio, na praia, etc, etc... Claro que a maioria gosta deste "agito"; mas há aqueles que querem encontrar localidades onde se possa curtir o passeio e a beleza do lugar. A solução é fazer o caminho contrário da massa humana...

Uma das possibilidades é a cidade de Tibagi, no Hotel Itagy ou no Hotel Fazenda Itaytyba, onde as estradas são lindas e em boas condições. A cidade é agradável e você estar em contato com a natureza - Parque Guartelá e deslumbrar as lindas fazendas no entorno da rodovia Castro Tibagi.
Outra opção é ir para Gramado e Canela, onde as diárias estão bem convidativas, a temperatura é amena e você pode aproveitar o que a cidade tem de melhor para lhe oferecer, sem stress.
Hotel Itagy em Tibagi




Entrada do Parque Estadual Guartelá


Hollywood Dreams Car em Gramado


Passeando pelo centro de Gramado


Ah! Outro lugar que fica bem tranquilo é em Urubici, na Pousada Serra Bela... E tem várias possibilidades de passeios...

Se você tiver outra sugestão, deixe o seu comentário por favor... Grande abraço e até a próxima postagem.


24 de dezembro de 2011

Mitsubishi... um exemplo a ser seguido


A origem da Mitsubishi aconteceu em 1917, ano da produção de seu primeiro modelo de série, com o Mitsubishi Model A.
Model A

Nos anos 60 fabricaram os Misubishi 500
Em 1973 surge o Lancer, que hoje está sendo relançado no Brasil... Em 1979 é a vez da L 200 e na década de 80 é lançado o Pajero.


Lancer 2012

Em setembro de 1998 começava a ser traçada a história da Mitsubishi no Brasil quando inaugurou sua planta de produção, tornando-se a primeira indústria a instalar-se na região de Catalão (Goiás), ocupando uma área total de 630 mil m²'
Mas o que gostaria de abordar com relação à Mitsubishi é que assim como o Mini Cooper, eles conseguiram criar um público fiel e admirador da marca. Pois além de promoverem encontros e ralis, sejam eles para amadores ou para profissionais, a Mitsubishi está engajada em competições internacionais sejam elas marítimas ou terrestres; eles têm rádio Mitsubishi, e para os proprietários da marca, uma revista de excelente qualidade para estimular cada vez mais a valorização da marca. A Mitsubishi também oferece um ótimo pós-venda. 
Talvez um pouco antes da Mitsubishi chegar ao Brasil a Harley-Davidson também chegava, trazida pelo Grupo Izzo.

Só fui conhecer a Harley-Davidson em 2005 e posso garantir que passamos ótimos momentos com as pessoas que trabalhavam na HD Curitiba. Tempos em que se encontrava uma ótima variedade  de roupas, principalmente jaquetas masculinas e femininas, e ainda, acessórios da marca. Alguém disse - vocês vão sentir saudade do Grupo Izzo... E pelo que tenho tido notícias, as coisas ainda não estão funcionando de forma eficiente, para aqueles que precisam de garantia e/ou revisões em suas motos. 

O evento Rio Harleys foi muito importante e bonito, a revista HOG para os brasileiros - excelente estímulo... Os eventos dos HOGs locais - maravilha...

É claro que se é preciso dar tempo ao tempo para as coisas estabilizarem, e que o desejo da Harley-Davidson Company é expandir-se no mercado brasileiro. 

Mas, seria de grande valia se eles trouxessem mais roupas e acessórios para as lojas daqui com preços mais competitivos, melhorassem o comprometimento com os clientes no pós-venda e também, aceitassem a nossa antiga Harley-Davidson na negociação de uma nova.

Just it...
Dá uma força Papai Noel!!!!

18 de dezembro de 2011

Fique alerta nas estradas interioranas

Sempre que saímos de moto percebemos que motociclistas com motos de pequena cilindrada ficam ávidos para nos ultrapassar, seja por que lado for. Outros tentam entrar no vácuo da moto... E quando estão em grupo, eles ficam conversando entre si, ou fazem malabarismo entre motos, ou ainda ficam se mostrando para suas namoradinhas, usam e abusam do limite da moto... E isso fatalmente provoca acidentes.

Percebo que a maioria não está consciente de como pilotar sua moto com responsabilidade; os cuidados básicos, a roupa e o calçado ideal. Volta e meia vejo-os de chinelo ou sandália, de shorts ou bermuda, e até sem camisa, sem falar do capacete.
Como o ser humano imita o comportamento do outro, fica difícil mudar a mentalidade e menos ainda, fazê-los entender que eles são o pára-brisa em suas motocas.
Quando  vim morar em Santa Catarina, escutei a notícia de que dois motociclistas que dirigiam no mesmo sentido, se bateram e morreram. Então me perguntei-como é possível uma coisa destas? Pois é possível...

Nem vamos falar em novas leis, em moto-escolas, em proibição de motos pequenas e scooters nas estradas, em vestimentas apropriadas, em ignorância - no sentido de desconhecer...

O que eu posso fazer com relação a isto????
Ficar consciente de como eles agem e então evitar me expor em situações de perigo para mim. Pois eles também não tem idéia de como é pilotar uma moto de 250kg ou mais...

Foto: Simone Felippetto


16 de dezembro de 2011

Harley Floripa - a partir de 16/12/2011




Na HAI- Toyota em Florianópolis
A Floripa Harley-Davidson também montou stands em alguns Shopping Centers situados nas cidades de: Joinville, Blumenau, Balneário Camboriú, Criciúma e Florianópolis e Chapecó. Esses dias demos uma passada no stand do Shopping Neumarkt, em Blumenau e tinha bastante gente fascinada pelas verdadeiras Customs - uma 883 amarelinha e uma Rocker, pintura fosca... Beleza de moto...

7 de dezembro de 2011

Ride and have peace... Em Santo Amaro da Imperatriz


Toda vez que nos preparamos para um passeio de moto cuidamos para não deixar a mente tomar as rédeas e, por antecipação, querer estragar o sabor do misterioso...
Um dia antes - malas preparadas, roupa de pilotagem separada, viseiras do capacete limpas e já estamos prontos para participar da gostosa brincadeira.
Na manhã da saída, já sentimos o efeito da adrenalina no corpo e a vontade de iniciar a jornada sem pressa de chegar, mas sim, curtir cada momento em cima das nossas Harleys.
Destino: Plaza Caldas da Imperatriz
É um lugar muito, muito especial... Você se sente em paz e revigorado(a), pois além do ambiente super agradável, a comida do restaurante é magnífica; e  você pode se hospedar e desfrutar de banhos termais e outras terapias que o SPA oferece.

Enjoy it!


1 de dezembro de 2011

Pequenas manobras porém, de grande importância

A maioria das pessoas já sabem que pilotar uma moto pesada na auto estrada é uma maravilha. Bastou passar dos 50Km/h e ela parece até voar, não é mesmo?

Mas quando você encontra um congestionamento? 
O motor começa a aquecer muito e você tem que dar uma de herói(na) e fazer manobras para sair o quanto antes desta situação.

Pontos relevantes:


  • Ligue o pisca alerta da sua moto;
  • Prestar atenção às motos que vêm no corredor entre as 2 pistas, geralmente elas são de baixa cilindrada e querem passar por você, por onde der;
  • Não ficar muito próximo do carro a sua frente, pois se precisar mudar de pista ou ir para o acostamento você tem espaço para isso.
  • Se os carros estiverem parados de fato, cuidar com portas que porventura se abram na sua frente;
  • Tenha certeza de que os motoristas estão vendo que você está no corredor, porque muitos querem mudar de faixa de repente;
  • Se for preciso usar os freios, use os traseiros para evitar que a sua moto penda e caia no meio do engarrafamento.
Se você tiver que parar num lugar certifique-se de que você vai conseguir manobrar sozinha(o) para voltar à rota.
Evite lugares onde tem muitas pedrinhas, ou areias;
Evite ruas onde não se consegue fazer a volta com a moto;
Evite lugares de muito movimento.

Esses dias errei a entrada de um lugar...
Eis que precisava ir um pouco para trás para não cair com o pneu da frente num buraco, mas como eu estava numa descida ; fazer esta manobra sozinha não foi fácil...
Respirei fundo, com muito jeito e paciência consegui manobrar a motinha de 330kg.
... ufa, e sem dar vexame.



Regras existem, porém é importante sempre usarmos o bom senso e atitude na hora H...

Até a próxima aventura...
Ride and have fun!!!


28 de novembro de 2011

Protegendo as bagagens

Como havia falado numa postagem anterior, preferi não colocar os alforjes específicos da Deluxe. E como os alforjes que estou usando são de couro mas, não são impermeáveis; decidi fazer  uma cobertura de nylon. Agora, toda a bagagem fica protegida da chuva e de roubo.
Material utilizado: nylon e elástico.



Aproveitando que encarnei a costureira, fiz também a bolsa interna para os alforjes da moto - Street Glide - do Berton. O material usado foi: nylon, viés, zíper e uma calça jeans que não serve mais - para as alças e para o bolso externo.
Ficou bem mais fácil de acomodá-las dentro do alforje.

Dimensão: 50x30x15cm

Qualquer dúvida é só falar está bem? Até a próxima pessoal.

Veja nesta postagem as conclusões - clique aqui

19 de novembro de 2011

Sportster 1200 Custom

Foto do site Harley-Davidson

Sportster XL 1200C... Uma ótima opção para as meninas brasileiras que querem entrar para a família Harley-Davidson. É que a Sportster 1200C é bem mais robusta que a 883 Custom, e o peso da máquina é o mesmo.
Outro aspecto muito importante é a roda dianteira mais larga, que a meu ver, traz maior estabilidade na pilotagem e tem menor probabilidade de entortar.

Em outros países a Harley-Davidson oferece 8 pacotes de customização para a XL Custom 1200, são eles: Bobber, Blaked Out, Sturgis, Chromed Out, Cruiser, Women's Cruiser, Sassy e Too Hot. Trata-se de personalizações pré-definidas, a fim de simplificar a vida do biker, que adaptará a XL conforme as suas necessidades. Então o(a) pilota(o) sai com ela customizada da loja...


Vamos ter uma noção do pacote - Women's Cruiser:

Foto site Harley-Davidson

Os acessórios são os seguintes: pára-brisa, encosto e sissybar, e os alforjes; podendo ser acrescentado ainda o protetor de motor, um banco solo para aproximar a pilota dos comandos. E para aquelas gostam de ouvir uma música quando pilotam, tem um sistema de áudio que  é afixado no tanque.


Visite o site da HD e customize a sua bike

Aqui no Brasil não é tão simples customizar a sua Harley, mas você encontra algumas Oficinas ou Garages (especializadas em Harley-Davidson) e ainda, lojas virtuais onde você pode ir customizando conforme a sua disposição.

Veja também a postagem sobre as Sportster CA e CB 2013

14 de novembro de 2011

O capacete e o selo do INMETRO

Estes dias recebi um email referente à situação do selo do INMETRO e ao prazo de validade no capacete.



Conversamos com uma pessoa que conhece a legislação, e ele nos falou que se o capacete está em bom estado e não é usado diariamente, não se pode considerar o prazo de validade de apenas 5 anos; só nos casos em que ele é usado diariamente.
Se o capacete foi customizado e precisou-se tirar o selo, o que fica valendo é a etiqueta interna, referente às normas de boa fabricação.
Outra coisa que é importante é uma etiqueta do Inmetro (NBR 7471:2001) próximo à cinta jugular - referente à segurança da mesma.

Se você está viajando e seguindo as boas normas de conduta, ninguém vai lhe incomodar com relação ao capacete. Agora, se você não estiver...
Com certeza vão lhe questionar até sobre botas com reforço em metal, para andar de moto...


O documento abaixo refere-se àqueles que importaram o capacete e este não tem o selo do Inmetro


Por favor, deixe o seu comentário, caso você tenha outras informações.
Até a próxima....

10 de novembro de 2011

Fazer as mesmas coisas de forma diferente...


Sempre que se tem de ir a um mesmo lugar várias vezes; nada como usar a criatividade para que a viagem seja sempre uma gostosa brincadeira...

Não é preciso falar muito quando se trata de andar de moto, pois as belas paisagens falam por si só...

Veja no mapa

Se você quer ver outro caminho para chegar à Curitiba veja também esta postagem



Passeando numa Harley-Davidson from Vera Felippetto on Vimeo.

6 de novembro de 2011

Tem idade para pilotar????

Querer  pilotar... tem idade??
Não acredito.

É só ter muita energia e vontade;
aliada ao desejo de expandir seu horizonte;
Ânsia de superar os "seus" medos e caminhar para o desconhecido;
Preencher-se de alegria e coragem...

E querer sentir o vento da liberdade aliviando a sua alma...
Até descobrir que - a moto é apenas um instrumento para você vivenciar tudo isto...
Pois você é a sua VIDA...
Vá além dos seus sonhos e dos seus conceitos...

Welcome to Real Life!!!


Foto da revista - Harley-Davidson

29 de outubro de 2011

Toda Cinderela tem seu dia de Gata borralheira...

Ou será o inverso???? 
Não importa... 
O que posso dizer é que da mesma forma que me sinto bem pilotando esta máquina magnífica...
Gosto de cuidar dela pessoalmente,
pois faz parte da mototerapia (veja esta postagem)








Aprendi algumas regras como: 
1. Usar lavadora à jato somente nas partes baixas da moto,  orientando o jato da frente para trás e nunca ao contrário. No restante da moto uso chuveirinho.
2. Nos pneus com faixa branca, utilizar querosene e uma escova de dente para tirar as manchas;
3. Evitar passar silicone nos pneus;
4. Lubrificar os canos de escape com WD40, bem como os cabos e partes que estão oxidando;
5. Nas partes cromadas passar Brasso;
6. Nos aros usar micro-retífica para polir partes em oxidação;
7. A cera Super Protetora da 3M, é excelente para a lataria.
8. No  para-brisa usar produtos anti-embaçante; 
9. Sempre ligar a moto por uns 5 minutos para secar totalmente.

Bem depois de fazer tudo isso, ela está tinindo de novo...

Se você tiver mais alguma dica, por favor deixe o seu comentário. E até a próxima postagem.

25 de outubro de 2011

Meditação e a atitude ao pilotar uma moto


Por Monja Coen

"O que a moto tem de similar com a meditação é que você não pode ficar guiando a moto divagando, pensando em problemas e dificuldades. Tem de esvaziar a mente, e isso não significa ficar sem nada na mente, e sim estar com ela aberta para inúmeras possibilidades. A mente não vai focar somente você, e sim todo o ambiente ao seu redor. E mesmo assim você estará em foco perfeito.
O foco que a moto exige é : o foco do meu caminho, da direção e de tudo que há à volta."

Fonte Revista IZZO - texto de Renata Leão

Foto: Vera Felippetto

21 de outubro de 2011

Mototurismo em 1953


No verão de 1953 Geoffrey Gander e seus amigos fizeram um passeio anual, de motocicleta, ao redor da Europa. Eles passaram pela França, Alemanha, Áustria, Itália e Suíça; as motos que fizeram parte desta jornada foram: Brough Superior, Triumph Thunderbird, 2 Sunbeam e uma Triumph.


No documentário escrito pelo filho de Geoffrey, tem lindas fotos; desde o embarque das motocicletas nos aviões, até os belos alpes da Baviera. Ah! Eles usavam terno  e gravata e uma capa, para pilotar... Nada de roupas de couro, cordura ou goretex.
Veja toda a reportagem clicando aqui

                                                                   Fotos: Geoffrey Gander


                                                                    Fotos: Geoffrey Gander


Fotos: Geoffrey Gander


Lindas fotos , não é mesmo??? E que disposição... Pois naquela época as estradas eram de chão batido. Ah! E eles paravam para fazer um lanche na beira da estrada mesmo, com direito até a um fogareiro... Muito legal!

16 de outubro de 2011

Quer importar uma moto?


Um dia desses li uma matéria da Rotaway referente  à importação de uma motocicleta. Sempre tive curiosidade em saber se tal façanha, compensaria a energia dispendida.

Segundo a matéria, até 2004 era utilizado um índice de 2,5 que era aplicado ao valor CIF (custo incluído frete) para estimar o valor final do veículo importado.
Por exemplo: adquirido uma moto no valor de USD 10.000 ( R$ 18.800,00), bastava multiplicar por 2,5 para obter o valor final de R$ 47.000,00.


Foto meramente ilustrativa


Hoje em dia o índice passou para 2,74, atingindo valor final de R$51.512,00, para a mesma moto.

"A alíquota de importação para veículos é de 70% a todos os importadores. Caso o importador seja representante ou montador da marca no Brsil e submeta ao program de exportação de partes e peças ou veículos para o exterior, a alíquota cai para 35%.  Isto reduz pela metade o imposto de importação e faz com que o preço do veículo importado pelo representante da marca fique abaixo do preço final do veículo trazido por importação direta. Além do mais, há a garantia, que veículos trazidos por importação direta não tem. 

Resumindo, se você quer importar uma determinada motocicleta que não esteja disponível para venda no Brasil, veja o preço do produto no exterior, pesquise o valor do frete por via marítima (bem mais barato do que via aérea), some e multiplique por 2,74.

Depois vá até o representante da marca e solicite um orçamento para importação da moto de seu sonho ( Alguns prestam este tipo de serviço). Compare e decida."
Por José Fernando Esteves


Mesmo o dólar tendo estado favorável para nós, a motocicleta ficava 4 vezes o preço em dólar. Porém hoje ela fica mais do que 5 vezes o valor e ainda por cima, não tem garantia. 

13 de outubro de 2011

Learning to fly - As Asas de Vera


Fonte: Blog Mulheres Motociclistas

Realizar o sonho de voar pilotando sua própria moto é mesmo um desafio. É preciso coragem, calma, responsabilidade. Então, nada melhor que ouvir o relato apaixonado de uma motociclista experiente do nosso grupo afirmando que este sonho é sim possível, maravilhosos e muito, muito mais. Voa Vera!!
"Desde 2004 tenho aprendido muita coisa a respeito do mundo motociclístico. Se posso lhes dizer alguma coisa sobre minha experiência, é isso... Embora muitas pessoas já queiram iniciar a sua jornada em 2 rodas com a sua moto dos sonhos, penso que antes disso é crucial conhecer as suas limitações, bem como as suas reações em determinadas situações de stress. Para tanto um "upgrade" é muito importante para se adquirir experiência e principalmente auto-confiança; mas, sem excesso de confiança...
Acredite! Nenhum curso lhe dará isso, é somente você com a moto e com o tempo... É menos pior cair com uma moto pequena do que com a sua moto dos sonhos...(experiência própria). Quanto mais consciente estivermos do que é o pilotar, melhor será a nossa percepção do que está acontecendo à nossa volta e, consequentemente, prevemos situações que podem nos pôr em perigo. E para que isso seja possível, devemos estar no presente (alerta), e sem preocupações, enquanto montados na bike. Meu marido e eu formamos um grupo, de dois, e gostamos de fazer passeios e pequenas viagens, a fim de celebrar a vida e confraternizar com as pessoas, a alegria e a liberdade em 2 Rodas. VIVA A VIDA!!!"

Mulheres Motociclistas: Learning to fly - as asas de Vera: Vera e a moto na sala -"minha mobília favorita" Realizar o sonho de voar pilotando sua própria moto é mesmo um desafio. É preciso coragem...

11 de outubro de 2011

Fraternidade Motociclística

Final de semana sem chuva... É hora de tirar as bikes de dentro de casa e se preparar para fazer moto-terapia.
Capas de chuva e Frajola no banco de trás e vamos nós, um grupo de dois, fazer um passeio no sábado pela manhã...


São vários os obstáculos até alcançar a BR 101, porém todos superados brilhantemente.
Chegando ao Rudnick  encontramos um pequeno grupo de motociclistas que estavam comemorando,  com um dos integrantes, a compre de uma Boulevard 800.




E, motociclistas encontrando outros motociclistas  observa-se uma simpatia natural... Diferente dos motoristas de automóveis. 
Ficamos conversando com este pessoal que depois seguiram para Guaratuba e nós fomos almoçar no Restaurante Max Moppi em Pirabeiraba, e depois subimos a serra Dona Francisca.

 No Restaurante Max Moppi apreciando esta vista para a Serra

Entendi, também, porque os Jaspions não tem essa mesma disposição... É que , devido à grande velocidade que eles pegam com suas bikes, a visão se torna pontual, consequentemente eles não vêem ninguém a não ser a estrada...

Mas os Harleyros e simpatizantes... Ah! Esses já se conhecem de longe. Pois enquanto estávamos no Rudnick, um harleyro passou lá na estrada marginal, mas mesmo assim, viu a gente e fez questão de acenar...
E tantos outros na estrada. Muito legal!!!

 Campo Alegre

Adoro os pinheirais próximo à Campo Alegre

6 de outubro de 2011

Harley-Davidson no Salão Duas Rodas

Para aqueles que, por alguma razão, não poderão ver estas novidades no Salão 2 Rodas; eis aqui um resumo dos lançamentos trazidos para o Brasil pela Lendária Harley-Davidson.

Da família da Sportster foi introduzido o modelo 1200 Custom. Como já tive a experiência com uma 883C, vejo que esta é melhor por causa da maior potência, é claro, pneu dianteiro largo e o tanque de combustível tem quase 5 litros a mais do que uma 883R ou uma Nightster.

Foto Harley-Davidson USA

Da família Dyna foi trazida a Switchback ( veja a postagem) e também a Fat Bob (FXDF) no estilo dark custom. Tem 2 faróis e os amortecedores são revestidos por um tubo , parece que já vem com conta-giros no painel e o guidão é reto.

Foto Harley-Davidson USA

A Blackline, da família Softail, com pneu fino na frente e rodas raiadas, vem com freios ABS e o valor gira em torno de R$ 42.000,00

Foto Harley-Davidson USA

Como fazem 10 anos que a V ROD foi criada; para comemorar, fizeram um edição especial. O valor da máquina, R$ 53.700,00

Foto Harley-Davidson USA


Dizem que esta Touring é a mais vendida no mundo. A Street Glide vem em duas versões, sem e com freios ABS. Os valores são R$61.200,00 e R$68.400,00, respectivamente. Para mim ela lembra uma Road King carenada... Olhar feminino...

Foto Harley-Davidson USA

Sonho de consumo daqueles que não querem se incomodar com customização ,  tem a CVO Ultra Classic Electra Glide, que já vem customizada de fábrica. Motor V-Twin 103 no valor de RS104.900,00

Foto Harley-Davidson USA


Para detalhes e ficha técnica acesse o site Harley-Davidson

Penso que também seria bom se eles trouxessem para o Brasil a 883 super Low, para as meninas que queiram iniciar sua vida em duas rodas, através da Harley. A Nightster também é uma máquina bastante procurada pelo feminino pois é a mais leve da categoria, além de ser muito "nervosa".
Neste Brasil, temos muitas mulheres pilotando suas esportivas... CBR, Hayabusa, Suzuki, Kawazaki... Lindo de ver...


OBS: os valores das motos foi retirado do site Quatro Rodas.

2 de outubro de 2011

HARLEY-DAVIDSON FLORIPA


Através do PHD recebemos a notícia de que no primeiro trimestre de 2012, já vai estar em pleno funcionamento a Concessionária Harley-Davidson de Santa Catarina, cujo nome será HARLEY-DAVIDSON FLORIPA. À localizar-se às margens da BR 101, a 800m antes do acesso à Ilha de Florianópolis. Os idealizadores são: Wandelei Berlanda, da HAI Toyota e Adilson Altrão, da HDPoint, que pretendem apresentar uma loja de motociclistas para motociclistas, onde além dos produtos da marca encontrarão também um ambiente onde a paixão pela marca poderá ser compartilhada.
Embora a Concessionária ainda não esteja aberta, os idealizadores vão fazer "pré-lançamentos" com a abertura de stands de venda da Harley nos shoppings center de Blumenau, Joinville, Balneário Camboriú, Florianópolis, Chapecó e Criciúma.

O site será este Harley Davidson Florianópolis 

Retirado do PHD SC



Vai ser muito bom para Santa Catarina, uma concessionária Harley-Davidson, porque a maioria dos harleyros, precisavam da concessionária de Curitiba para obter produtos e serviços. 
A local escolhido para a nova HD Floripa é bem acessível, pois fica às margens da BR, sem necessidade de entrar na cidade.
A idéia de iniciar as vendas em Shopping também é uma boa jogada de marketing, desde que já tenham como realizar as revisões de 1600km e ou assistência técnica...

Vamos aguardar com alegria mais uma loja para os apaixonados pela legendária marca Harley-Davidson...

22 de setembro de 2011

Roupas para andar de moto - segunda pele

Quando iniciamos o esporte de andar de motocicleta, necessitamos de roupas adequadas para tal. Demoramos até encontrar a vestimenta ideal; ninguém conta para você... Você vai tendo que experimentar.
Nesta postagem vamos nos ater com as Segunda Pele ou Underwear ; existem aquelas que são para inverno- com uma malha especial que retém o calor do corpo; e outra para verão - que retira o suor da pele e permite rápida evaporação, mantendo a camiseta seca. 

Segundo o fabricante SOLO - Fibras especiais na parte interna destes tecidos absorvem a umidade do corpo transportando-a para a superfície externa, movendo 30% mais umidade do que os tecidos monocomponentes. A umidade atinge a camada externa, espalhando se uniformemente para acelerar o processo de evaporação, possibilitando assim que o processo de secagem seja duas vezes mais rápido do que em tecidos de algodão.Estes tecidos se destacam também pelo baixo peso e volume, por oferecerem maior liberdade de movimentos, por serem fáceis de lavar e de secar e por não precisarem passar. A escolha ideal do Base Layer dependerá das condições climáticas de sua atividade. Por exemplo:
X-SENSOR é ideal para atividades que necessitam de baixa proteção térmica e é adaptável a diferentes condições climáticas.
X-THERMO possui médio isolamento térmico com ótima relação peso e volume.
X-POWER possui alto isolamento térmico, indicado para ambientes de extremo frio.


O inconveniente é que elas retém o cheiro do suor com facilidade. Mesmo aquelas que possuem fios de prata com ação bacteriostática que dizem não precisar lavar por uma semana... Minha experiência demonstrou outra coisa, pois descobri que tenho alergia a tecidos sintéticos. E quando passamos por uma situação de stress o suor fica mais forte devido à eliminação das toxinas e você vai ter que lavar a camiseta bem antes do que você pensava...

Eu ainda prefiro a camiseta de algodão e adotei o leite de magnésia como desodorante; além de ser inodoro ele é eficiente e não tem antitranspirante.

Para retirar o cheiro de suor das camisetas sintéticas, lavo-as com sabão neutro e no último enxágue acrescento 2 colheres (chá) de bicarbonato de sódio na água. E tem funcionado...

Se quiser conte para a gente qual a sua experiência. Até mais...


12 de setembro de 2011

MARTA MOTORCYCLES

Em dezembro conheci a Marta pessoalmente quando estava querendo trocar de moto. Ela havia recém entrado de férias, e me pediu para aguardar a sua volta pois seu desejo era ajudar a vender a minha moto. E eu disse à Marta que foi desta forma que ela me conquistou...
Com um jeitinho de menina, Marta Trentin, conquista as pessoas, deixando-as se sentindo à vontade em sua "Lujinha".

Neste vídeo ela aparece com sua Fat Boy e contando para nós um pouco das suas experiências em cima de uma Big Twin.





Desde criança é apaixonada por moto e hoje trabalha com alegria pois faz aquilo que mais gosta...


A Loja Marta Motorcycles situa-se em Curitiba.

E na foto abaixo, Marta encontrou uma moto linda demais para mim...




8 de setembro de 2011

A moto como Filosofia de Vida

Por Monja Coen

"As pessoas têm de estar preparadas para andar de moto. Têm de desenvolver a presença, estar presente em cada instante. As pessoas têm de estar livres para ter opções de se livrar de problemas, ou seja, estar ligadas a todas as possibilidades e probabilidades, estar vivas e alertas."

 A moto é como a vida. É ela que diz a você quando mudar a marcha, você não escolhe. Tem de ficar em sintonia com ela. E essa é a sintonia que a gente tem de ter com a vida. Quando é que eu posso acelerar? Quando é que devo ir mais devagar? A moto é uma filosofia de vida. Se você não ouvir e sentir, cai. Existe uma frase do budismo que diz assim: "Vá reto por uma estrada cheia de curvas". As pessoas pensam que você vai entrar na curva e se matar, mas não é nada disso. Seja macio na curva, seja a curva quando ela aparece. E isso a moto ensina, a ser flexível.

Veja também esta postagem

Fonte: Revista IZZO, texto de Renata Leão



29 de agosto de 2011

26 de agosto de 2011

Dyna Switchback FLD 2012






Esta belezura de motocicleta é uma Dyna estilo Retrô com pneu dianteiro mais largo e rodas de alumínio, farol maior - estilo Roa King; motor Twin Cam 103 com 6 marchas, amortecedores tipo old school mas com alta tecnologia e de fácil ajuste ; párabrisa e alforjes destacáveis. O banco é em 2 níveis, e o guidão é o mini ape - que traz os comandos para perto do piloto. Ah! e ainda por cima tem plataforma para os pés.
É uma moto que se adapta bem no estilo touring e também  no  estilo cruising...

Veja toda a matéria no site Harley-Davidson



23 de agosto de 2011

Herdando os alforjes da 883C

Quando tinha a 883C, havia encontrado um alforje de couro da Harley-Davidson, bem especial, para os modelos FX.
Mas, quando pus a moto à venda preferi ficar com eles para adaptar na nova bike, até poder comprar os alforjes da Deluxe. 
Como a minha Deluxe já veio com sissibar, sempre que vamos viajar eu fixo os alforjes nele. 
Embora os alforjes sejam pequenos, eu levo " adventure clothes" que fazem pouco volume e não amassam.
Mas se precisar de mais espaço, sempre tem lugar nos alforjes da moto do Berton, hehehehe...

Leva-se o que se pode carregar...



Vìdeos Zen na Motocicleta

Previsão do tempo