27 de junho de 2015

Bela Street Glide

Há um tempo atrás estávamos passeando na feirinha em Curitiba e nos deparamos com esta bela Street, com roda diferente na frente - roda de Sportster bem como o pára lama, se eu não me engano. Não sei como ficou a ciclística, mas visualmente ela ficou demais!
Olha só os detalhes em preto fosco - faróis, alforjes e o motor...


15 de junho de 2015

Algumas particularidades para quem está iniciando no Mundo 2 Rodas

Dizem que se conselho fosse bom não se dava se vendia...
Pois é, mais o meu sentimento é que quanto mais pessoas souberem disto, melhor será a sua adaptação com a motocicleta.
São coisas que acontece com todo mundo, mas como ninguém comenta você pode pensar que é a única(o) tonta(o) do pedaço, rsrsrsrs...

1.Você irá deixar a sua motocicleta cair pelo menos 1 vez.
A primeira vez sempre é mais dramática, porque você não quer deixá-la cair; mas ela é muito pesada e você não aguenta segurá-la. O meu conselho é comprar um mata-cachorro e quando ela pender deixe que o protetor faça seu serviço. Pois, já machuquei músculos e tendões por causa disso. Veja esta postagem

2.Você se sentirá nervosa (o) por um tempo.
Dá um frio na barriga, insônia e até dor de barriga, quando você pensa em sair de moto. Mas depois você vai se acostumando e a adrenalina não afeta tanto, porque o medo do novo diminui e vai se transformando em auto-confiança.

3.Você se sentirá frustrada(o) no começo.
No começo a gente não relaxa, fazer manobras em baixa velocidade ou curvas na estrada é um stress. Andar sob condições inadequadas - chuva, noite, engarrafamentos, calor...
Confesso que até hoje isto me estressa. 

4.Você ouvirá histórias de acidentes com motocicleta de pessoas que não andam de motocicleta, goste você ou não.
Sem comentários... Ninguém merece.

5.Outras pessoas irão lhe dar conselhos, goste você ou não.
Gosto de receber conselhos porque geralmente aquele que está dando tem mais experiência do que eu e sabe no que vai dar uma determinada circunstância. Recebi conselhos para cortar o pára-brisa, para fazer curvas e usar as marchas corretamente. Além de ficar observando quem tem mais experiência; porque sempre aprendemos alguma coisa.

6.Você perceberá que não está usando roupas, capacetescalçados e acessórios adequados para pilotar.
Nossa! Levou algum tempo até sabermos quais as melhores jaquetas e capas de chuva. Qual o melhor capacete, melhor luva, calçado para pilotar. 

7.Você precisará aprender a lidar com o novo estilo do cabelo - chamado "Helmet Hair".
Até hoje é complicado... Pois tira-se o capacete e o cabelo fica terrível... Para quem tem cabelo comprido, um rabo de cavalo - quase resolve. E para cabelos curtos - um lenço, um boné ou uma bandana - escondem o desastre.

8.Você verá o frentista do posto derrubar gasolina para fora do tanque, pelo menos 1 vez.
Ai que merda... Para mim já aconteceram algumas vezes e a maioria é por falta de experiência da pecinha atrás do bico. 
O que fazer? fechar o tanque e lavar com água, para não danificar a pintura. Evite deixar que eles passem aquele paninho pois, vai acabar riscando a pintura.

9.Você perceberá com o tempo que pilotar a sua própria motocicleta é bem mais legal do que você imaginava.



10.Você se verá sorrindo muito mais.
É impressionante esta constatação, quando me percebo estou com um sorriso no rosto desde o momento em que subo na moto..

Referência
Site Women Riders Now

4 de junho de 2015

Calibrando a frenagem conforme os tipos de freios

Olá amigos de estrada, hoje gostaria de começar falando um pouco sobre os tipos de freios existentes em motos, e depois abordar qual foi a melhor estratégia que adotei para cada tipo de freio.

Sabemos que é preciso apertar o manete direito bem como o pedal direito para frear a motocicleta.
Mas em que condições isto acontece de forma eficiente?


Vìdeos Zen na Motocicleta

Previsão do tempo